GRAFOTÉCNICO

O que fazemos:
A pericia grafotécnica tem o objetivo dar segurança nas relações contratuais, comprovando em muitos casos FALSIDADE em documentos, razão porque ele tem objetivo de garantir autenticidade em documentos que maioria causam repercussões patrimoniais. É bem verdade que tal pericias começou a ter repercussão no meio judicial, todavia, ganha para diminuir gastos de custas e condenações o meio corporativo vem implementando analise preliminares.
É fundamental que ocorra uma analise da “grafia” em assinaturas e dentro desse quando é possível usando técnicas cientificas e com equipamentos tecnológicos dar-se-á certeza sobre a autoria, ou menos demonstrar a falsidade.
Logo, a pericia grafotécnica, ela tem o condão quando o nomeado do Juiz auxiliá-lo na sua convicção sobre a falsidade ou autenticidade, e nesse momento uma das partes pode nomear assistentes para acompanhar a todo o processo e manifestar-se sobre o esse laudo, inclusive preparando quesitos, isto é, perguntas ao perito nomeado, o comportamento desse Assistente Técnico, pode ser até mesmo de impugnar de forma integral todo o laudo pericial, podendo caso o Julgador entenda torná-lo imprestável.
O perito grafotécnico pode também prestar a corporação empresarial, laudos que pode afastar ou avocar responsabilidade administrativas e criminais, sobre o comportamento dos seus colaboradores e prestadores.
As técnicas são diversas utilizadas, vejamos somente de forma exemplificada algumas: comparação, formato das letras, tamanho, gênese da grafia, supressão, rasuras, emendas, substituição, vícios de vontade(mão guiada), assinaturas em documentos em branco, calibre, arremates, angulo, inclinação, espaçamento, gestos gráficos, punho do escritor, reiterados cortejos, ataques entre outros.

ÁUDIO E IMAGENS

O que fazemos:
Há casos a necessidade de identificar imagens seja na esfera criminal, seja na esfera da responsabilidade cível, seja na responsabilidade corporativa.
Não é diferente dos áudios, a identificação da voz é fundamental, ou seja, a total transcrição e o contexto para melhor interpretação dão maior segurança na tomada de decisão.
• Diversas técnicas são usadas, seja pela Biometria e Comparação facial, da voz, de locutor, fotogrametria forense, degravação.
Logo, o trabalho desse pericia poderá colaborar para investigações internas corporativas e ainda como Assistente Técnico para auxiliar o corpo jurídico empresarial, produzindo assim quesitos e fazendo o questionamento e impugnações em laudos pericial.

FORENSE COMPUTACIONAL

O que fazemos:
É um ramo da ciência que vem auxiliando o mundo corporativo e judiciais, dedicando-se evidenciais que possam ser encontradas em computadores e mídias de armazenamento digitais de uma forma geral. Este tipo de técnica pode ser utilizada para os mais variados fins, especialmente na investigação de determinados tipos de crime e ainda examinar a mídia digital de uma maneira forense, com o propósito de identificar, preservar, recuperar, analisar e apresentar fatos e opiniões sobre a informação digital. Embora seja mais freqüentemente associado à investigação de uma ampla variedade de crimes de informática, a computação forense também pode ser usada em processos civis, judiciais e investigações internas. Análise de Mídia utilizando Autopsy, tcpdump “Captura de Dump de Rede, Segurança da Informação e outras analises :

Coleta de evidências físicas e eletrônicas.
Recepção da evidência.
Integridade da evidência (Imagens e Hashing).
Montagem de imagens de perícia.
Análise dos dados.
Linha do tempo.
Recuperação e garimpagem de dados.
Eliminação segura de dados.
Quebra de senhas.
Análise de processos.
Busca de palavras chave e imagens.
Cadeia de custódia.

ACIDENTE DE TRÂNSITO

O que fazemos:
O mundo corporativo possui sua frota de veículos que está a disposição seus colaboradores e as vezes dos principais sócios, existe uma grande repercussão criminal, patrimonial e responsabilização do agente que possa respingar na imagem das organizações empresariais, portanto, é fundamental em tempo hábil que possa coletar informações de forma rápida, face muitas vezes tais provas com o tempo pode perecer, por exemplo, aspectos dos locais, testemunhas e o próprio veículo.
Sendo assim, diversas técnicas e princípios são investidos, também na esfera judicial, como assistente técnicos para afastar responsabilidades, demonstrar solidariedade na culpa, e diminuir impactos patrimoniais na coleta de informações.
Urge destacar que o estudo metalógrafo, isto é, da deformação das peças no tempo que foi rompido, ensaios, tipo de aços, o grau de rigidez , o piso, a sinalização, e fatores de força maior e processo de desaceleração, piso, e analise de vicio em tacógrafos, traz ao organizações empresariais e na esfera judicial, maior segurança para tomadas de decisões, principalmente na entrevista dos agentes envolvidos da área de segurança(policia militar, rodoviária, guardas).

DOCUMENTOSCÓPIA

O que fazemos:
Porque Contratar um Perito Grafotécnico? Como descobrir falsificações de assinatura?
Afinal, para que serve a Perícia Grafotécnica? A descoberta estará baseada em adivinhações, suposições abstratas na descoberta do “punho” que procedeu às assinaturas? Claro que não!
Indubitavelmente, sempre que existir uma pericia grafotécnica, existirá em regra uma dúvida, sobre sua autoria, sua vontade, isto é, inclusive sobre vícios de vontade, relacionado muitas vezes sobre a coação dela.
É muito importante destacar que existe uma técnica, não é um “achismo”, sim, ela é palpável, aplicando-a, com “olhos treinados”, chegaremos aos elementos de Ordem Geral, que inclui os hábitos gráficos da assinatura que esperasse confirmar ou não, no presente artigo iremos passear de forma tímida, mas esclarecedora sobre o tema, evidentemente que a analise ela é muito mais profunda. Temos o GRAFISMO, que engloba grafoscopia, grafologia, paleografia, caligrafia, iremos sem se aprofundarmos falar sobre GRAFOSCOPIA e algumas particularidades.
Grafoscopia
Não há dúvida que a origem da grafoscopia teve como objetivo analisar as questões criminais, isto é, inicialmente o objetivo era a descoberta de autores de” falsificações “, em razão disso com o desenvolvimento da sociedade e com isso o desenvolvimento de diversas relações sociais, e ainda a necessidade de celeridade e segurança para o desenvolvimento econômico, e também as solidificações e formalização da vontade, havia sem dúvida a necessidade de comprovações muitas vezes da autenticidade e a descoberta do” punho “que balizou o documento, razão por que tal expertise foi transportada para todos os tipos de relações, diga-se empresariais, em sucessões familiares, relação de consumo, e direito público. Logo, muitas vezes na criminalística, a perícia grafotécnica, aliada muitas vezes as equipes multidisciplinares tem ajudado a descobrir e coibir delitos de toda ordem, o mundo da Pericia Grafotécnica é sem dúvida surreal, podemos dizer que o grande prazer do Perito Grafotécnico é fazer a descoberta do delito, ou comprovação da licitude do ato, e como tentou aquele que está à margem da lei ludibriar terceiros, aliás, em regra a falsificação, mesmo que de forma não material, ela sempre traz prejuízo a alguém, razão da importância desse tipo de analise.
Técnicas Para Descoberta de Indícios de Autoria e Falsificações
Sem dúvida, são muitas técnicas a ser aplicada, na realidade o Perito, deve adequar-se a cada caso, afastando-se sempre da subjetividade, e aplicado a melhor técnica, isso porque é muito comum que o FALSIFICADOR, muitas vezes tenta” falsificar “sua própria assinatura tentando subjugar o” laudo pericial “, razão porque a Perito Grafotécnico, principalmente quando o Perito Judicial (nomeado pelo Juiz) permaneça balizado com a melhor técnica possível, portanto, demonstrando a materialidade, claro que em qualquer pericia, existe a subjetividade, mas ela está relacionado ao” treinamento dos olhos “na visibilidade das falsificações, sendo assim, vamos relacionar somente a título de curiosidade alguns indícios, devendo ser ressaltado que ela não são analisado isoladamente, lembrando sempre que a analise deve ser feito em documento original que está sendo impugnado, e deve-se colher a assinatura quantas vezes for necessário e ainda texto ditado pelo Perito para analise da gênese da caligrafia, melhor dizendo é impossível mudar a originalidade da” letra “, porque ela está delineado em quase a impressão digital do” punho “daquele que escreve, vejamos algumas particularidades:
Pressão
Você já reparou caro leitor quando a pessoa tenta mudar a sua assinatura ou copiá-la, ela impõe maior força no documento, pela tentativa na exatidão? Isso não é por acaso, simplesmente porque ela precisa de maior exatidão, o primeiro para não deixar-se trair-se pela sua gênese, isto é, pela sua forma original de assinar, e o segundo, necessita” olhar “para copiar e mesmo que ainda seja por cima, cada punho tem um peso diferente, e ainda existe pontos cegos, que ela precisar retornar ao olhar do documento que pretende” falsificar “..
Momentos Gráficos (Grama)
A cada momento que o escritor de forma subconsciente muitas vezes dá uma parada no lançamento caligráfico de uma palavra, temos a GRAMA, isso que dizer que a palavra” SOUZA “, pode 2 momentos (grama) até 5 momentos, tudo depende da quantidade de” parada “.
Ataque e Remates
Observe que toda assinatura, por exemplo, possui um inicio (ATAQUE) e evidentemente um fim (REMATE), existem vários tipos, vejamos alguns: ganchos, repouso, ligações em guirlanda, somente para o leitor entender, o ATAQUE é a forma que é iniciado uma assinatura, e o segundo como é finalizado isso pode dizer muito sobre o” punho “do escritor.
Colhimento Caligráfico
É praticamente, impossível que o escritor possa imitar, os cinco elementos, espaçamento (espaço entre traços), calibre (tamanho da letra), valores angulares e curvilíneos (exemplo: gramas arqueadas), inclinação axial (inclinada para esquerda ou direita), comportamento gráfico (como é usado à base de apoio, por exemplo, sinuoso), ou seja, na assinatura do contrato bancário, por exemplo, podemos encontrar muitas informações, está tudo lá! Ora, mas como fazer essa descoberta? Realmente, os bancários quando são obrigados a conferir assinaturas em minutos no caixa, realmente podem ter muitas dificuldades, evidentemente que o tempo e pratica pode treinar” os olhos “, todavia, as falsificações vêm cada vez mais sendo aperfeiçoada, claro que existe outras formas mais complexa de descobrir as falsificações, mas em razão do segredo profissional, é importante ao leitor somente fazer uma pequena síntese no presente. É bem verdade que, vem aumentado muito a proximidade das falsificações com originais, logo a única forma é usar equipamentos especiais, aliado a aplicações de técnicas e COLHIMENTO GRÁFICO, ou seja, fazer o confronto com as assinaturas que estão sendo questionados, por exemplo, fazer que o escritor escreve o máximo, até que subconsciente posso traí-lo, caso estejamos diante de falsificações, ou mesmo comprovar a autoria, em alguns casos quando a pessoa já está falecida com documentos, assinado, por exemplo, em cartórios. É indispensável que o perito possa analisar o documento original para um laudo conclusivo, pois ele poderá analisar a Sulcagens (afundar) (quando escritor pressionar tanto procurando a exatidão para copiar o modelo), ou até mesmo as Falsas Sulcagens (quando o próprio escritor tenta mudar sua assinatura para alegar falsificação).
CONCLUSÃO
Devemos desmitificar que o trabalho da Pericia Grafotécnica é mágica, sim, possui técnica a ser aplicada, a pergunta é quando é que devemos contratar um Pericia Grafotécnica? Um perito ajuda na identificação de uma pessoa má intencionada, assim como detecta possíveis lacunas contratuais. Eles confirmam a legitimidade das assinaturas, identificam texto coberto por tinta ou líquido corretor, folhas assinadas em branco e até mesmo recuperam documentos queimados. Isso reflete diretamente em sua aplicabilidade, que permite a utilização dos serviços em casos pessoais, ambientes corporativos e também no momento de compra e venda de imóveis, que envolvem grandes transações. Um perito grafotécnico pode auxiliar com processos judiciais e extrajudiciais, como assistente técnico, independentemente da vertente do documento, logo é indispensável para segurança jurídica e desenvolvimento econômico e pacificação social, a certeza da validade dos documentos e validação da vontade do escritor, sem afastar os casos que aquele que alega falsificação, ele próprio tentar levar terceiros a erros para desvencilhar da sua responsabilidade.

LEITURA LABIAL

O que fazemos:
A pericia de leitura labial até pouco tempo era muito desconhecida, todavia, ela passou ser usada os jogos(futebol), para comprovar interferência nos jogos, seja ofensas, seja em comportamento dos árbitros. Ela passou a ser usada também no mundo corporativo para interpretar indícios de assédios morais na avaliação de imagens.
Não há muito destacar também em periciais judiciais, sobre o contexto de situações que geram conflitos.

AVALIAÇÃO IMOBILIÁRIA

O que fazemos:
ATUAÇÃO DO PERITO IMOBILIÁRIO AVALIADOR COM CNAI
Chamo atenção do leitor que aquela “olhadinha” do corretor que emiti uma folha assinada colocando valor do imóvel, sem EMITIR PTM (PARECER TÉCNICO MERCADOLÓGICO), SEM COLOCAR O SELO QUE SOMENTE É EXPEDIDO PELO COFECI, SEM COLOCAR O NÚMERO DO CNAI JUNTO COM O CRECI, SEM EMITIR LAUDO COM AS NORMAS DA ABNT E NBR 14.653, SEM COLOCAR O SELO.
“NÃO VEM SENDO ACEITO PELO EM LICITAÇÕES, PERICIAIS JUDICIAIS, PELOS BANCOS, E ATÉ MESMO PELO MERCADO OFICIAL IMOBILIÁRIO.”
Dr. FÁBIO TOLEDO chama atenção que após a regulamentação do AVALIADOR DE IMÓVEIS e ainda com CADASTRO NACIONAL DE AVALIADOR DE IMÓVEIS, acabando com a dúvida entre os ENGENHEIROS e Arquitetos, chegou a conclusão que AVALIAÇÃO MERCADOLÓGICA, deve ser feito por “CORRETOR” com especialização em AVALIAÇÃO DE IMÓVEIS e, ainda embora não obrigatório, mas na prática somente vem sendo aceito com REGISTRO NO CNAI, portanto, aquela “olhadinha” para ver quanto vale seu imóvel “…NÃO VALOR JURÍDICO…”, o profissional que não emite PARECER não tem qualquer responsabilidade legal ou CRIMINAL, sobre sua suposta “perícia”.
De outra banda, o leitor está se perguntando, é ilegal a “olhadinha” por um corretor de imóveis? NÃO, mas não confunda AVALIAÇÃO DE IMÓVEIS com PTM (PARECER TÉCNICO MERCADOLÓGICO), emitido pelo Perito-Avaliador de Imóveis com REGISTRO NO CNAI, e com certeza não será aquele “folhinha”, mas se o seu caso é somente uma “olhadinha”, sem qualquer compromisso legal, não há problema! Não comete qualquer irregularidade!
O conhecimento multidisciplinar do PERITO AVALIADOR DE IMÓVEIS, tal como: DR FÁBIO TOLEDO COM REGISTRO NO CNAI, ADVOGADO PÓS-GRADUADO, E GRADUANDO EM ENGENHARIA CIVIL lhe dá oportunidade de coordenar equipe na qual possuí Economista, Contabilidade, Engenheiro e Arquiteto, Estático, Engenheiro Agrônomo e outros especialistas, por exemplo, avaliação em hospitais com médicos técnicos, avaliação de máquina agrícola com técnicos da área, avaliação terrenos em áreas complexas com Geólogo, todas essas informações devem ser levadas para PERITO-AVALIADOR DE IMÓVEIS, com equipe liberada pelo Dr. Fábio Toledo.
Concluímos que Dr. Fábio Toledo, um dos melhores Perito de Avaliação de Imobiliária, Gestão Imobiliária, coordenando inclusive equipe em outras áreas, tendo assim uma equipe multidisciplinar, vem conseguindo a excelência nos serviços, isso porque o SUCESSO É A SOMA DE TALENTOS, podendo todos profissionais trabalharem em conjunto aplicando seus conhecimentos técnicos e respeitando cada uma sua área.
Conseguiu um financiamento imobiliário realizou o “sonho da casa própria”, pronto!
Não, começou seu pesadelo! Sabia que no local não tem água?
Sabia que no local quando chove inunda o esgoto?
Sabia que seus imóveis estão com a fiação toda podre?
Sabia que ao lado será levantado um prédio que vão tirar sua visão?
Sabia em razão do erro na obra terá que quebrar todo piso para consertar o esgoto?
Sabia que na sua esquina o índice de assalto é altíssimo? Na rua ao lado é calmo?
Sabia que ao lado será poderá aberto em casa de festa, baile funk, igreja,?
Realmente, você não sabia, CLARO não CONTRATOU UM PERITO, temos péssimas noticiais, se você não acertou na loteria na escolha da “CASA PRÓPRIA”, os próprios anos terá dores de cabeça, seu “sonho, será uma pesadelo!
Consultores Imobiliários Indicamos:
A nossa experiência com Superendividamento tem observados que existe família que paga R$ 3.500,00 de aluguel por vários anos, com muito sacrifício as vezes, pagando alugueis atrasados, respondendo ajuizamentos de ações de despejo e trazem prejuízo ao proprietário que não pode aumentar e ele próprio.
Infelizmente, no Brasil não existe nas escolas curso de Educação Financeira, a falta de cultura de procuração um Consultor Imobiliário, também lhe traz grande prejuízo, imagine as vezes a simples poupança, por alguns anos lhe daria a oportunidade da compra de um terreno uma construção de edícula para família provisoriamente e a construção da casa principal, morar no mesmo local, isto é, no mesmo bairro em local, mas simples para fazer uma poupança para compra da “casa própria”, ou mesmo “limpar o nome”, para poder fazer o financiamento da “casa própria”, pelos vários programas do governo.
O papel do Consultor Imobiliário vai muito além de somente alugar o imóvel, mas procurar aquele imóvel que não venha comprometer não somente a renda, mas o sonho do inquilino, o mercado precisa do inquilino satisfeito e proprietário, porque o MERCADO IMOBILIÁRIO, trabalha em pontos de equilíbrio, muito inadimplência traz insegurança no mercado e perda de ganho, inquilino despejado traz problemas sociais, até mesmo de violência, porque ele filhos que pode sofrer conseqüência de “sem teto”, portanto, o CONSULTOR IMOBILIÁRIO, ele deve analisar a questão de forma GLOBAL.
Quem adquire um imóvel para viver da renda dos alugueis, necessita inicialmente que seja feita uma análise cadastral, uma análise sobre o perfil do inquilino, do tipo quantos filhos, a idade, o histórico de outros imóveis, bem como, o Administrador do imóvel deve analisar qual o objetivo do grupo familiar, principalmente quando está diante de imóvel localizado no interior de condomínio residencial que possui regras de convivência.
O conhecimento Jurídico, Comercial e planejamento pode trazer grande retorno não somente financeiro, mas bem estar, quantas vezes observamos o proprietário do imóvel, tendo que tomar decisões que seria do Administrador de Imóveis, observe que muitas vezes estamos diante de pessoas aposentadas que investiram a vida toda, ou mesmo pessoas que possuem vários imóveis e face a violência urbana não desejam aparecer.
Sem dúvida, além da escolha do inquilino é necessário, o acompanhamento jurídico, visto que muitas vezes percebemos que a ação de despejo dura anos, talvez por falta dedicação do Administrador de imóveis, ou mesmo pela falta de conhecimento jurídico, essencial para coibir o enriquecimento da outra parte que fica no imóvel sem pagar alugueis e quando sai esse permanece destruído.oio no projeto imobiliário e suporte no município levando em consideração ao plano diretor, sugestões, avaliações de impacto imobiliário.
Chamo atenção do leitor que aquela “olhadinha” do corretor que emiti uma folha assinada colocando valor do imóvel, sem EMITIR PTM (PARECER TÉCNICO MERCADOLÓGICO), SEM COLOCAR O SELO QUE SOMENTE É EXPEDIDO PELO COFECI, SEM COLOCAR O NÚMERO DO CNAI JUNTO COM O CRECI, SEM EMITIR LAUDO COM AS NORMAS DA ABNT E NBR 14.653, SEM COLOCAR O SELO.
“NÃO VEM SENDO ACEITO PELO EM LICITAÇÕES, PERICIAIS JUDICIAIS, PELOS BANCOS, E ATÉ MESMO PELO MERCADO OFICIAL IMOBILIÁRIO.”
Dr. FÁBIO TOLEDO chama atenção que após a regulamentação do AVALIADOR DE IMÓVEIS e ainda com CADASTRO NACIONAL DE AVALIADOR DE IMÓVEIS, acabando com a dúvida entre os ENGENHEIROS e Arquitetos, chegou a conclusão que AVALIAÇÃO MERCADOLÓGICA, deve ser feito por “CORRETOR” com especialização em AVALIAÇÃO DE IMÓVEIS e, ainda embora não obrigatório, mas na prática somente vem sendo aceito com REGISTRO NO CNAI, portanto, aquela “olhadinha” para ver quanto vale seu imóvel “…NÃO VALOR JURÍDICO…”, o profissional que não emite PARECER não tem qualquer responsabilidade legal ou CRIMINAL, sobre sua suposta “perícia”.
De outra banda, o leitor está se perguntando, é ilegal a “olhadinha” por um corretor de imóveis? NÃO, mas não confunda AVALIAÇÃO DE IMÓVEIS com PTM (PARECER TÉCNICO MERCADOLÓGICO), emitido pelo Perito-Avaliador de Imóveis com REGISTRO NO CNAI, e com certeza não será aquele “folhinha”, mas se o seu caso é somente uma “olhadinha”, sem qualquer compromisso legal, não há problema! Não comete qualquer irregularidade!
O conhecimento multidisciplinar do PERITO AVALIADOR DE IMÓVEIS, tal como: DR FÁBIO TOLEDO COM REGISTRO NO CNAI, ADVOGADO PÓS-GRADUADO, E GRADUANDO EM ENGENHARIA CIVIL lhe dá oportunidade de coordenar equipe na qual possuí Economista, Contabilidade, Engenheiro e Arquiteto, Estático, Engenheiro Agrônomo e outros especialistas, por exemplo, avaliação em hospitais com médicos técnicos, avaliação de máquina agrícola com técnicos da área, avaliação terrenos em áreas complexas com Geólogo, todas essas informações devem ser levadas para PERITO-AVALIADOR DE IMÓVEIS, com equipe liberada pelo Dr. Fábio Toledo.
Concluímos que Dr. Fábio Toledo, um dos melhores Perito de Avaliação de Imobiliária, Gestão Imobiliária, coordenando inclusive equipe em outras áreas, tendo assim uma equipe multidisciplinar, vem conseguindo a excelência nos serviços, isso porque o SUCESSO É A SOMA DE TALENTOS, podendo todos profissionais trabalharem em conjunto aplicando seus conhecimentos técnicos e respeitando cada uma sua área.
Dr. Fábio Toledo, um dos melhores Perito de Avaliação de Imobiliária, Gestão Imobiliária, coordenando inclusive equipe em outras áreas, tendo assim uma equipe multidisciplinar, chama atenção que esse seguimento tem um risco maior para retorno e envolve questões multidisciplinares, ou seja, muita vezes mais de uma profissional deve atuar para excelência no negocio, vejamos:
Questões jurídicas: o fundo de comércio, a ação renovatória, o contrato comercial, muito relacionado a revisão dos alugueis.
Questões comerciais imobiliárias: compra de terreno para transformar em Estacionamento, ser analisado a viabilidade e projeção de outros construções futuras e antigas se elas permaneceram para manter a demanda;
Questão de conservação: muitas vezes os imóveis comerciais que são alugados a poder publico são entregue totalmente destruídos, os valores, os contratos, deve prever tal destruição, seja projeção no valor cobrado na locação, ou no final sabendo-se desde já que existe uma demora grande para conseguir êxito no recebimento dos prejuízos.
Questão na transformação do imóvel: destruição da parede e piso, restaurante: destruição das parede na cozinha, entupimento do encanamento, problemas na saída caixa de esgoto, portanto, a locação dos imóveis comerciais, deve prever procedimentos de vistorias obrigatórios, e ainda quando no Laudo Pericial deve prever a cobranças mês a mês do prejuízo previsível, caso não queira para deixar no final da entrega do imóvel
Questão do laudo pericial para Incorporação: Essa necessita de analise peritos imobiliários, peritos da “engenharia e arquitetura” e ainda outros profissionais como ECONOMISTAS/CONTADORES/CORRETORES, para a certeza da viabilidade seja técnica e comercial diminuindo os risco de prejuízos no retorno.

ARBITRAMENTOS DE HONORÁRIOS

O que fazemos:
Nas relações corporativas, e ainda nas relações de judiciais, com contratação de profissionais, principalmente com a ruptura no contrato, há necessidade de qualificar o quantun que tal profissional deve receber, nem menos, nem mais, portanto, fundamental que seja nomeado um assistente técnico para acompanhar, por exemplo, o processo de arbitramento de honorários e as questões de deontologia da área.

PERÍCIA MÉDICA

O que fazemos:
É fundamental a contração para ACIDENTE DO TRABALHO, seja na esfera corporativa, e assistência técnica na esfera judicial.
Nas relações de acidente de consumo, ou na esfera criminal em ações corporativas, pode ocorrer a necessidade de corpo multidisciplinar com diversos profissionais.
A analise da pericia médica, é um pouco diferente da consulta simples, ela analise o nexo causal e as repercussões que pode ter ao interessado vítima ou causador.